PLANTAÇÃO E FORTALECIMENTO DE IGREJAS

arvore.png

OZEAS SOUZA
CONGREGAÇÃO BATISTA EM IMBARIÊ

Eu sou o missionário Ozeas de Jesus Souza esposo de Sebastiana de Fátima e pai de Isabela e Gamaliel.Bacharel em Teologia pelo  Seminário Batista do Nordeste  (STBNE) , fiz a  covalidação na Faculdade UNIDA de Vitória_ ES.


Ordenado ao ministério  pastoral  no dia 01/04/2016. Na cidade Coronel  João  Sá,Bahia. Atuei como diretor da Congregação no povoado Trairas em Nazaré, como Evangelista  em Jaguaripe , e durante 15 anos atravésda Conceição Batista Baiana,  servi como missionário nas cidades de Pedro Alexandre e  Coronel João Sá cidade onde fui ordenado ao ministério pastoral bo dia 01/04/2016.


Pronto para a Missão Batista Imbariê. Tendo por meta  a organização daquela congregação em uma igreja auto sustentável,  auto governda e auto propagadora. Trabalhar para fortalecer  os irmãos que ali estão,  formar liderança  e capacitar  para alcançar a comunidade, através  das estratégias que Deus dispuser  para realização  de evangelismos, estudos bíblicos dentre outros.

arvore.png

INDALÉCIO CORDEIRO
CONGREGAÇÃO BATISTA EM ALDEIA VELHA - SILVA JARDIM

Localizada na Baía da Ilha Grande, a Vila do Abraão é um lugar paradisíaco onde a sua beleza natural tem atraído e encantado pessoas de todos os lugares do mundo. Além da beleza natural que salta aos olhos humanos, existe algo extremamente relevante escondido atrás de todo esse encanto que o lugar possui, que são as pessoas que moram e frequentam a localidade.

Os moradores são almas preciosas, com seus problemas e dificuldades, que enfrentam no dia a dia muitas horas de trabalho em busca da realização de um sonho, de uma vida melhor, que nem sempre chega. Há também aqueles que frequentam diariamente como turistas, que vão conhecer de perto e se deleitar com toda a beleza natural da Ilha. Também são almas preciosas que precisam ser encontradas.

Então, se descortinarmos um pouco da formosura que o lugar possui, nos deparamos com muitas pessoas carentes da graça e da misericórdia de Deus. Basta caminharmos pelas ruas e vielas da Vila do Abraão para percebermos nitidamente a carência de Deus na vida destas pessoas.  E é neste contexto, que o missionário Márcio Batista de Oliveira da Convenção Batista Fluminense e pastor na Congregação Batista na Ilha Grande tem anunciado o Evangelho da graça de Deus com grande afinco juntamente com sua esposa Nilza e sua filha Cassiane.

Vidas têm sido alcançadas e reconstruídas para o louvor da glória de Deus. Como é a história da irmã Elisângela que recentemente no mês de dezembro do ano de 2020, mediante a sua pública profissão de fé através do ato do batismo, declarou que Jesus Cristo é o seu Senhor e Salvador pessoal. É maravilhoso ver algo assim acontecendo, ver Deus transformando pessoas, resgatando pecadores, dando-lhes uma nova vida, uma nova história.

Sim eu creio, que assim como Deus através da sua maravilhosa graça alcançou e tem reconstruído a vida da irmã Elisângela, muitas pessoas que estão na Ilha grande, lá morando ou lá visitando, que ainda não entregaram suas vidas a Jesus, são alvos da graça e do amor de Deus.

A Bíblia registra no livro de Neemias fatos importantíssimos que marcaram o processo de reconstrução da nação de Israel, reconstrução da cidade de Jerusalém e na vida do povo de Judá naquele tempo. Mesmo diante das dificuldades, perseguições e limitações, através do poder de Deus, por exemplo, as muralhas da cidade de Jerusalém foram assim reconstruídas.

Ajude-nos a reconstruir vidas. Juntos poderemos avançar na expansão do reino de Deus.

Você também pode fazer parte dessa reconstrução, orando, evangelizando, adotando um projeto missionário.

É tempo de reconstruir.      

arvore.png

ISAÍAS FEITOSA

CONGREGAÇÃO BATISTA EM JAPERI

Ao chegar em Japeri, observei que havia muitas crianças e adolescentes pelas ruas sem atividade alguma. Fizemos, até mesmo em meio a pandemia, cultos e atividades voltadas para eles. Chamávamos pessoas de fora para atividades diversificadas. Tinha lanches e brindes, mas percebíamos que grande parte ia somente por causa do lanche e brinquedos e muitos só entravam quando chegava este momento. Quando eram visitados, ganhavam Bíblia, conversávamos com a família e fazíamos o convite. Infelizmente não retornavam para as atividades da igreja. Então o sonho de fazer algo a mais por esta comunidade foi crescendo em meu coração. Queria dividir o que sei sobre música, o dom que, gratuitamente, Deus me deu. Ainda não sabia como seria, mas tinha fé que Deus possibilitaria tudo aquilo que estava longe do meu alcance.

Tomei coragem e pedi à PIB de São João que nos ajudasse com um banner divulgando as aulas de educação musical e violão. Peguei o meu violão de uso pessoal, coloquei um violão (que estava parado em casa) para consertar, e iniciei o trabalho. Tirava fotos e divulgava o projeto. Logo apareceram diversos voluntários que fizeram doações de violões, novos e usados, para acrescentarem em nosso projeto. Pessoas da PIB de São João, a irmã Joana, a irmã Esterzinha, a irmã Digna e família, e até um professor de bateria disponibilizou três meses de aula gratuita, entretanto, estamos precisando ainda de uma bateria para que estas aulas aconteçam, além de um teclado, com que seria ensinado as noções básicas, por minha filha Sarah, pois o nosso acabou de queimar.

Hoje, contamos com cerca de 40 crianças, divididas em dois turnos. Oferecemos as aulas gratuitas duas vezes na semana. Antes das aulas, aproveitamos para fazer discipulado. Percebemos o envolvimento e dedicação de cada um, além de muitos ficarem para o culto voluntariamente, e até cantam no culto. Alguns manifestaram vontade de se prepararem para o batismo.

Sinto-me feliz ao vê-los aprendendo, tocando, participando e, principalmente, caminhando para a casa de Deus.

Este é apenas o início de um sonho que virou realidade, e que está constantemente em construção, pois nosso objetivo é que cresça progressivamente e alcance cada vez mais e mais vidas, com permissão de Deus.

arvore.png

ANA MARIA 

CONGREGAÇÃO BATISTA EM BOM JESUS DO QUERENDO

Começamos nosso ministério dia 2 de outubro de 2013. E pude receber no campo nesse tempo o Pr.Daniel Cunta que com todo carinho veio nos visitar e fortalecer com seu prestígio nosso trabalho . Sou muito grata a ele e a irmã Sulamita que coordenam Missões Estaduais e cuidam muito bem de nós missionários. 

Hoje contamos com membros e visitantes, 17 pessoas na Congregação.Agradeço a Deus o apoio da minha família, minhas irmãs Izilda, Norma, Celma Santos, grupo Eva e grupo Débora e União Feminina da PIB em Niterói, que tanto me abençoa de várias formas, como também à irmã Francineide da PIB em São Gonçalo. 

Nosso ministério é plantação e fortalecimento de igreja realizando os cultos semanais. Assistimos famílias na igreja e fora dela e realizamos obras sociais com restauração de casas. Gratidão sempre a Deus pelo meu ministério missionário em Bom Jesus de Querendo. Gratidão também ao meu pastor Leopoldo e a igreja Batista Ebenézer, pelo apoio dado em todos os sentidos, a mim e a obra desenvolvida no campo.

Dizer também que estou muito feliz no ministério, sempre falo que uma das melhores coisas que Deus fez por mim foi me enviar para Bom Jesus de Querendo e saber que Ele está no controle de tudo, dando-me os suportes necessários.

Deus, na sua infinita misericórdia, mesmo nesse tempo de pandemia, período em que o templo ficou fechado, abençoou a todos nós da congregação nos sustentando e assim foi possível permanecermos firmes com o Ele e no seu amor. Pelo telefone e com as visitas em distanciamento mantivemos nosso contado com todos os irmãos. Também com os que de tão longe vêm nos ajudar na pregação do evangelho. Tivemos o privilégio de recebermos a PIB Parque São Vicente em Belford Roxo, a PIB de Campos dos Goytacazes, Igreja Batista em Macaé (Pr Cláudio).

Diante de tanta alegria por tudo isso aguardamos um dia recebermos alegremente as outras igrejas que já fizeram contato com a gente para estarmos juntos.

arvore.png

MARCIO BATISTA

CONGREGAÇÃO BATISTA VILA DO ABRAÃO

Localizada na Baía da Ilha Grande, a Vila do Abraão é um lugar paradisíaco onde a sua beleza natural tem atraído e encantado pessoas de todos os lugares do mundo. Além da beleza natural que salta aos olhos humanos, existe algo extremamente relevante escondido atrás de todo esse encanto que o lugar possui, que são as pessoas que moram e frequentam a localidade.

Os moradores são almas preciosas, com seus problemas e dificuldades, que enfrentam no dia a dia muitas horas de trabalho em busca da realização de um sonho, de uma vida melhor, que nem sempre chega. Há também aqueles que frequentam diariamente como turistas, que vão conhecer de perto e se deleitar com toda a beleza natural da Ilha. Também são almas preciosas que precisam ser encontradas.

Então, se descortinarmos um pouco da formosura que o lugar possui, nos deparamos com muitas pessoas carentes da graça e da misericórdia de Deus. Basta caminharmos pelas ruas e vielas da Vila do Abraão para percebermos nitidamente a carência de Deus na vida destas pessoas.  E é neste contexto, que o missionário Márcio Batista de Oliveira da Convenção Batista Fluminense e pastor na Congregação Batista na Ilha Grande tem anunciado o Evangelho da graça de Deus com grande afinco juntamente com sua esposa Nilza e sua filha Cassiane.

Vidas têm sido alcançadas e reconstruídas para o louvor da glória de Deus. Como é a história da irmã Elisângela que recentemente no mês de dezembro do ano de 2020, mediante a sua pública profissão de fé através do ato do batismo, declarou que Jesus Cristo é o seu Senhor e Salvador pessoal. É maravilhoso ver algo assim acontecendo, ver Deus transformando pessoas, resgatando pecadores, dando-lhes uma nova vida, uma nova história.

Sim eu creio, que assim como Deus através da sua maravilhosa graça alcançou e tem reconstruído a vida da irmã Elisângela, muitas pessoas que estão na Ilha grande, lá morando ou lá visitando, que ainda não entregaram suas vidas a Jesus, são alvos da graça e do amor de Deus.

A Bíblia registra no livro de Neemias fatos importantíssimos que marcaram o processo de reconstrução da nação de Israel, reconstrução da cidade de Jerusalém e na vida do povo de Judá naquele tempo. Mesmo diante das dificuldades, perseguições e limitações, através do poder de Deus, por exemplo, as muralhas da cidade de Jerusalém foram assim reconstruídas.

Ajude-nos a reconstruir vidas. Juntos poderemos avançar na expansão do reino de Deus.

Você também pode fazer parte dessa reconstrução, orando, evangelizando, adotando um projeto missionário.

É tempo de reconstruir.      

arvore.png

DINIZ MAIA
IGREJA BATISTA DUQUES | ENGENHO VELHO

Na luta constante entre o bem e o mal, o Senhor Deus retrata em sua história e trajetória através da Bíblia a oportunidade de aproveitar todos os momentos, incidentes e acidentes no sentido de reverter o mal para o bem. Este é o princípio da conversão. O homem que seguia às trevas e ao mal de repente se vê conduzido à luz e ao bem através de Jesus Cristo.

No início da pandemia, em março do ano passado, a Igreja Batista Engenho Velho, fez o recesso exigido pelas autoridades municipais até julho. No dia cinco de julho a igreja retomou as atividades com a EBD e culto pela manhã e noite. Estava lançada a vontade do Senhor Deus em meio a sua igreja. Não sabíamos que esta vontade era o início de uma grande guinada para avançarmos em progresso e prosperidade. Agora decorridos doze meses de pandemia e oito de retomada dos trabalhos vemos os resultados materiais e físicos com nossos olhos, mas, também, com os olhos da fé a evolução espiritual que se acentua pelo compromisso e responsabilidade de cada membro com a adoração, louvor e fidelidade.

Quando retornamos, por razões técnicas e de segurança preventivas contra o Covid 19, consideramos e passamos a fazer as reuniões cultuais em ambiente que estávamos preparando nos fundos para lazer e comunhão. Este espaço estava inacabado, sem pintura e sem instalações elétricas. Para ocupá-lo, pintamos e concluímos as instalações.

Deus é fiel e tem ensinado à sua igreja que a fidelidade enfoca a perfeição. Somos imperfeitos e no culto esta imperfeição é expressa pela humildade em reconhecer até a incapacidade de orar, por isso clamamos: “Senhor, ensina-nos a orar” (Lucas 11.1), no entanto a fidelidade é expressa do coração para fora quando se trata da dedicação dos dízimos e ofertas (2 Coríntios 9.7). A retribuição que se tem verificado na igreja é que o Senhor sustenta o membro em abundância e este sustenta a obra. Esta é a fé que vem sendo semeada por Jesus Cristo em nossa igreja. Mesmo no período de recesso e por todo o tempo o Senhor Deus proveu os meios necessários para que pudéssemos ir pouco a pouco, à semelhança da formiga, ir fazendo uma coisa e outra até nos assegurar ao salto maior que foi a ousadia de aumentar o espaço nos fundos em cerca de um terço.

A providência divina encaminhou um benfeitor que abriu a possibilidade da ampliação do espaço. Mãos à obra! Ficou pronto o terceiro módulo. O banheiro masculino está sendo concluído. O espaço de culto (templo novo) está pronto, na dependência de colocação do piso. O templo antigo foi demolido. O terreno está limpo e assim temos um bom estacionamento para carros.

Por tudo e por isto destacamos que a Covid 19 intentou mal contra nós, “porém Deus o intentou para o bem, para fazer como se vê neste dia” (Gênesis 50.20).  Outra vez, vemos cumprida a vontade soberana de Deus para esta igreja.

Seguimos trabalhando e adorando o Senhor Jesus!

arvore.png

RENATO OLIVEIRA

IB RENASCER

Março de 2018, O Departamento de Missões e Evangelismo da CBF começa uma parceria para a revitalização de igrejas, nos enviando como uma família missionária para o campo em Queimados (Igreja Batista Renascer).

Esta igreja, se encontrava com apenas 2 membros, porém, tomamos conhecimento de que em tempos anteriores havia 27 membros. Por questões ministeriais ficou reduzida em 2 membros.

Com a motivação em nosso coração, começamos o trabalho de oração e aproximação aos lares, através de visitas de oração pelas famílias em suas residências. Tendo como principal objetivo recuperar a credibilidade e a confiança da igreja naquele local.

Em seguida, recebemos algumas igrejas para nos apoiar no evangelismo com parceria em Missões Estaduais através de alguns de seus irmãos que voluntariamente nos ajudavam na divulgação do evangelho neste local, pelo que quero aqui expressar a minha sincera gratidão àqueles que vêm apoiando-nos através do DEM.

Desta forma, começa a se cumprir na vida da igreja este maravilhoso texto de Neemias capítulo 2 verso 18. " Sim, vamos começar a reconstrução".

Em alguns momentos, reconstruir torna-se mais desafiador do que construir do nada, pois recomeçar, sempre nos leva há alguma situação do passado que não teve o resultado desejado, e que muitas vezes assombra às expectativas boas, que nos aguardam para o futuro.

Como a maioria dos projetos de revitalização de igrejas, nos deparamos com histórias e questões anteriores, e com essa igreja não foi diferente. Ela tem mais de dez anos de organizada, mas entendo que Deus nos chamou para dar continuidade, escrevendo uma nova história neste lugar.

Nos trabalhos de evangelização no meio da comunidade, começamos a perceber, que a igreja era tratada pelos moradores locais, como a Igrejinha Batista, não por sua quantidade de membros, que era uma realidade, mas pelo seu aspecto visual que em nada estimulava às pessoas a estarem conosco.

A primeira necessidade que percebemos era a reforma do templo. Em oração, começamos a buscar a orientação de Deus e pedir a ELE que nos enviasse homens e mulheres para nos ajudar a reconstruir literalmente o nosso local de adoração ao Senhor, e Deus ouviu às nossas orações. O povo se animou, houve reconciliação e outros irmãos que se tornaram membros em nossa igreja, passando assim de 2 membros para 12 membros atuais.

Como resultado os membros da igreja se apresentaram com ofertas voluntárias tanto de mão de obra quanto de materiais, assim concluímos logo a reforma do templo que tem capacidade para acolher de 60 há 70 pessoas, porém Deus tinha mais para o seu povo naquele local.

Recebemos a visita do pastor Amilton Vargas, diretor executivo da nossa Convenção. Foi um momento de grande alegria e de motivação para continuarmos a obra missionária neste local, pois nos sentimos apoiado não só pelo nosso executivo, mais por toda a nossa convenção, visto que esta igreja dava grandes sinais de recuperação no processo de revitalização.

No decorrer da conversa, aconteceu algo extraordinário, quando olhando nas dependências da igreja, eu pude mostrar um terreno ao lado que pertence a mesma, terreno este do qual estávamos sem muita expectativa, visto às nossas condições financeiras. A visita do pastor Amilton terminou e nos deixou animados e motivados com a nossa igreja. Passados alguns dias recebemos a notícia que a Convenção junto com o seu Departamento de Homens estariam nos abençoando com um galpão que futuramente será o nosso templo, mas que já nos atende para as nossas atividades. Portanto Deus nos surpreendeu, nós que esperávamos apenas reconstruir o nosso templo local de adoração, fomos abençoados com a construção de um galpão pela nossa Convenção.

Vivendo o dia a dia da comunidade, percebemos algumas necessidades, principalmente a que diz respeito aos jovens, adolescentes de famílias muito carentes. Começamos assim a investir um pouco mais em ajudar a atender algumas dessas necessidades, implantando alguns projetos que têm como finalidade nos aproximar e conhecer melhor quais são essas carências, para então falar do amor de Jesus, através daquilo que eles vivem no dia a dia.

Dentre as muitas famílias que nós acompanhamos nos marcou um pouco mais, como no caso de um rapaz que chamarei aqui de “L”. A sua mãe começou a frequentar a igreja, mas ele não era muito favorável ao evangelho. Certo dia a sua mãe me pediu para ir visitá-los, pois “L” estava muito deprimido, atribulado, não conseguia ficar dentro da sua própria casa, segundo ele relatava, ouvia vozes e via vultos. Começamos ali um trabalho regular de visitas de oração, para lermos a Bíblia com sua mãe, até que um dia o convidamos a retornar para casa. Ele retornou e juntos oramos e afirmamos para ele, que ele não ouviria mais nada, somente veria a ação de Deus na sua vida. E assim foi. Temos ido à casa do “L” e de sua mãe e oramos com eles.

A nossa principal meta é ganhar pessoas para Jesus e levar a igreja a ter quantidade de membros suficiente para alcançar a revitalização, mas o nosso maior desafio hoje é obreiro, ou seja, irmãos que queiram dar o seu tempo para nos ajudar com esses novos crentes. Hoje a minha oração tem sido para que Deus levante homens e mulheres que queiram nos ajudar com jovens e adolescentes. Temos alguns projetos em andamento, outros em planejamento, como distribuição de Alimentos, Futebol, aula de música, coreografia, mas se não tivermos pessoas suficientes para dar continuidade a esses projetos, não podermos começar. Assim sendo o nosso maior desafio, no momento é que Deus possa levantar pessoas para nos ajudarem liderando alguns desses projetos com os adolescentes e jovens, ajudando a firmar os passos deles com Jesus Cristo. Esta tem sido a minha oração.

,

O meu pedido especial para as igrejas da nossa CBF, para os colegas pastores, e para os líderes de nossas igrejas, é que adotem os projetos missionários da nossa Convenção.

Adote você uma família missionária para que esta obra possa ter continuidade, porque “Sim, eu creio que é Tempo de Reconstruir”, e ficarei muito feliz em saber que você e que a sua igreja adotou a nossa família como: a sua família missionária.

Deus abençoe a sua vida, seu ministério e sua família, um abraço do Pastor Renato e família, missionários da Convenção Batista Fluminense!